Abra a Boca!

por Fábio Bibancos

 

Estudante do Bem

A História não me deixa mentir: não existe transformação de verdade sem o engajamento dos estudantes. Toda revolução que se preze precisa da combinação explosiva entre a juventude e a vontade de mudar o mundo. Mesmo as mais pacíficas...

Olha aí: Tinha estudante na revolução cubana... tinha estudante nos protestos de maio de 1968, em Paris... tinha estudante no movimento pelos direitos humanos, nos Estados Unidos... tinha estudante na primavera árabe... tinha estudante no movimento pelas Diretas, no Brasil... tinha estudante, os caras pintadas, nos protestos contra o governo Collor...

E mesmo as revoluções culturais precisam da movimentação dessa juventude antenada: rock’n’roll, minisaia, Tropicália etc. etc. etc.

Pergunto então: cadê os estudantes defendendo a causa odontológica?

A gente só vai conseguir mudar de fato essa triste realidade da saúde bucal quando vocês vestirem essa camisa e passarem a exigir que alguma coisa seja feita para transformá-la... A gente não pode aceitar que o Brasil seja uma pátria de desdentados!

Quando conheci o Cleferson (para conhecer a história desse Estudante do Bem, clique aqui), tive ainda mais certeza de que o caminho a ser seguido era chegar nos estudantes de odontologia... O discernimento que esse menino mostrou conseguiu dar fôlego novo até para os nossos melhores coordenadores!

Muito bem... Vamos mexer com essa garotada, então.

Estamos lançando o I Concurso Estudante do Bem. Vamos apresentar aos nossos futuros cirurgiões-dentistas uma realidade à qual eles não têm acesso.

De amanhã, primeiro dia de CIOSP, até 13 de agosto, estudantes de Odontologia de todo o Brasil sairão às ruas para produzir um painel – relato de caso, mostrando a realidade social e odontológica de uma criança ou adolescente de 11 a 17 anos com problemas dentários.

O estudante que fizer o melhor painel a ser julgado pela TdB ganhará um equipo odontológico e participará, junto com outros dois finalistas, da capacitação e premiação Sorriso do Bem.

Mas, mais importante que isso... ele e os demais inscritos entenderão a importância da causa odontológica! E, quem sabe, com isso a gente esteja criando uma nova geração de Dentistas (com “D” maiúsculo!), que tenham a capacidade de pensar diferente... pensar maior... pensar no todo... olhar para o mundo que o cerca e ficar incomodado com a realidade: e transformá-la!

Para se inscrever, clique aqui...

 

Escrito por Fabio Bibancos às 16h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Las hermanas

O melhor de trabalhar com um monte de voluntários não é apenas a satisfação que isso traz, mas as pessoas e histórias que conhecemos. A história das irmãs do Peru é uma delas.

A Dra. Janeth veio ao Brasil em 2010 para participar do nosso evento de capacitação e premiação, o Sorriso do Bem. Logo quando ela voltou ao país, descobriu que estava grávida e que não seria uma gravidez simples.

Mas ela não se conformou em ficar em repouso e pediu para a sua irmã, Mariela, que já era Dentista do Bem, para ajudar. Ela se encarregou de treinar sua irmã e explicar como era todo o trabalho de um coordenador.

Ano passado (2011), como Janeth tinha uma bebê, ela não podia participar do evento, então veio a sua irmã.

No evento ela participou ativamente. De volta ao Peru, em pouco mais de um mês ela cadastrou cerca de 20 dentistas, realizou duas boas triagens e ainda capacitou e cadastrou um novo coordenador para a cidade de Cuzco!!!

Além disso, ela deve ter uma lábia maravilhosa, porque quase todos os dentistas que ela cadastrou abriram pelo menos três vagas para atender crianças, alguns inclusive mais de cinco.

São histórias assim, vindas do interior do Brasil ou láááá do Peru, que me fazem acreditar cada vez mais no poder da mobilização.

Obrigado Mariela pelo excelente trabalho, obrigado Janeth por ter se preocupado em não deixar abandonado o nosso projeto.

 

Escrito por Fabio Bibancos às 13h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Enquanto isso, em Brasília...

Durante as férias, navegando à toa na internet, vi duas notícias que me chamaram a atenção.

Primeira delas: Um Deputado baiano quer mudar a capital federal, simbolicamente, de Brasília para Porto Seguro. A idéia é “homenagear a cidade em cujo sítio aportaram as naus portuguesas comandadas por Pedro Álvares Cabral”. Que beleza...

A outra: Um projeto de lei que está tramitando no congresso pretende criar a “bolsa estupro” para evitar que mulheres abortem. Segundo um dos autores do projeto, o intuito é "dar estímulo financeiro para a mulher ter o filho". Afinal segundo o deputado, "se, no futuro, a mulher se casa e tem outros filhos, o filho do estupro costuma ser o preferido. Tem uma explicação simples na psicologia feminina: as mães se apegam de modo especial aos filhos que lhes deram maior trabalho".

Como não tinha pensado nisso antes?!

Nossos políticos não prestam atenção à nossa proposta do Kit de Higiene Bucal porque existem projetos mais importantes tramitando em Brasília. Talvez quando todos esses assuntos de suma importância forem devidamente discutidos, a situação calamitosa da boca dos brasileiros possa entrar em pauta.

E você, conhece algum projeto dessa importância?!

 

Escrito por Fabio Bibancos às 13h18

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Uma cara nova no nosso time...

A TdB é uma Organização que vive de retroalimentação.

Simples assim. Através do boca a boca a gente vai crescendo... é um trazendo o outro pra dentro da nossa causa.

E não tinha como ser diferente.

Quando comecei esse trabalho, há dez anos, percebi que precisava de mais gente. Trouxe, então, os meus amigos pro projeto... Os meus amigos, por sua vez, trouxeram os seus amigos... depois vieram os amigos dos amigos dos amigos... e assim a gente chegou no que é hoje: uma rede gigante de voluntários atendendo a uma quantidade ainda maior de jovens.

Ou seja, não fosse isso, nem existiríamos...

Para trabalhar na sede da TdB não poderia ser diferente. As indicações são fundamentais para que a gente saiba com quem está lidando. Afinal, não é qualquer um que aguenta a dureza do trabalho de uma Organização Social.

Não basta ser uma pessoa competente, com um currículo muito bom. Tão importante quanto isso (e talvez até mais!) são os valores que essa pessoa traz consigo. É crucial que eles sejam alinhados aos nossos (sejam, e não estejam!)... e que a vontade de fazer a TdB crescer esteja pautada na necessidade de transformar uma realidade que o incomoda!

Sabendo disso, sempre que precisamos de uma pessoa nova, conversamos com nossos amigos, voluntários... todo mundo que saiba exatamente o perfil que precisamos.

E para não sobrar uma dúvida sequer, fazemos uma seleção rigorosíssima. Analisamos tudo o que possa interferir nos nossos resultados e na boa convivência com o resto da Turma.

Resultado: Tem gente que eu conheci em festa trabalhando aqui, na TdB... tem gente que foi indicada por outro funcionário... tem voluntário que ganhou prêmio e depois virou funcionário...

E para mostrar que essa retroalimentação é indispensável, nos últimos meses procuramos feito loucos um assistente para captação de recursos – função de fundamental importância para que a gente continue crescendo de maneira sustentável.

Abrimos a vaga na Internet. Muita gente se candidatou. Muita gente boa... Começamos a avaliar os perfis, valores etc. etc. etc. No final, escolhemos o Ary...

Até aí, tudo bem, né? A diferença é que o Ary é filho da Dra. Nícia Arruda, de Igaraçu do Tietê/SP, uma das melhores coordenadoras da nossa rede... uma pessoa que acompanha de perto o nosso trabalho há muitooo tempo... e tem dentro de casa um exemplo de comprometimento com a nossa causa.

Tadinho do Ary... a mãe dele é amada pelos 10mil dentistas. Ele tem somente essa “responsa”.

 

Escrito por Fabio Bibancos às 13h47

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mudando o mundo e o Google...

Mesmo tentando ficar por dentro do que acontece no meio digital, somente outro dia descobri a ferramenta de preenchimento automático do Google, baseado nas frases e sites mais acessados.

Lá, escrevendo “dentists are” no campo de busca aparecem automaticamente as seguintes opções:

 

  • vigaristas “crooks”
  • médicos “doctors”
  • do mal “evil”

 

 

Vocês não podem imaginar o tamanho susto que levei.

Quando escrevi em português “dentistas são” o Google preencheu com lugares, como S. J. dos Campos. Nada de mais.

Agora, quando escrevo “dentistas do” a primeira opção é “do bem”. Boommm!!!

Com essa MEGA campanha que está no ar, do Dentista do Bem e da Oral-B, não vai dar mais para dizer que você não conhece o projeto. Não vai dar para a diretora da escola não deixar a gente entrar porque ela “nunca ouviu falar” da gente.

Agora tenho a certeza que os nossos dentistas vão estourar nas suas cidades em triagens e números de novos voluntários.

E, assim, quem sabe um dia, quando escrevermos “dentists are” no Google, apareça: “good”, “helpful”, “humanitarian”...

 

Escrito por Fabio Bibancos às 14h26

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Abra a Boca! Abra a Boca! é produzido por Fábio Bibancos, dentista e presidente do Instituto Bibancos de Odontologia e da OSCIP Turma do Bem.
Foi reconhecido Empreendedor Social em 2006 pela Fundação Schwab e, em 2007, pela Ashoka Empreendedores Sociais.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.